em Microsoft

Uma das regras básicas de um backup seguro é manter as cópias de segurança em locais geograficamente distantes do datacenter. Em caso de sinistro, o administrador de T.I. será capaz de recuperar os dados perdidos tranquilamente dentro do seu tempo de resposta.

Para isto, as empresas abordaram as mais diversas políticas de backup, fazendo uso de duplicação de backup, com armazenamento em dispositivos diferentes, tendo fitas sendo removidas fisicamente da empresa e armazenados em locais seguros dentro de cofres anti-chamas. É interessante observar os desafios logísticos relacionados a um backup que seja executado de forma consistente e pontual como um relógio suíço.

Com a consolidação da nuvem como ambiente de infraestrutura de T.I., os mais diversos serviços passaram a ser oferecidos como SaaS, sendo um deles o Azure Backup, da Microsoft.

O que é necessário para usar esse recurso:

  • Uma assinatura do Azure. Você pode obter uma no seguinte link (http://azure.microsoft.com/pt-br/pricing/purchase-options/) ou pode usar uma conta Trial (http://azure.microsoft.com/pt-br/pricing/free-trial/). O Trial dura um mês e concede R$ 560 reais em créditos para uso para todos os serviços do Azure.
  • O Microsoft Azure Backup Agent. Pode ser obtido neste link (https://support.microsoft.com/en-us/kb/3033794) onde também lista os sistemas operacionais onde o agente pode ser instalado.

Após o registro de cada servidor no portal online do Azure Backup, será gerada um Vault Credentials File, ou arquivo de Credenciais de Cofre, que será necessário no momento da instalação do agente.

Os recursos oferecidos pela Microsoft para esse serviço de backup são diversos, como o Long Term Retention, que permite backups serem armazenados na nuvem por até 99 anos, Offline Seeding, que permite o administrador enviar um disco contendo o backup para o datacenter Azure mais próximo para o primeiro backup completo, acelerando o processo de backup para conexões de upload lentas. Usando o System Center Data Protection Manager, aplicações passam a ser suportadas para backup, ao invés de somente arquivos, e usando o System Center Operations Manager pode-se usar o máximo de relatórios de backup da ferramenta.

Posts recomendados
0

Digite e Pressione Enter para Pesquisar

X